ROTEIROS DE APRENDIZAGEM NO ESPAÇO URBANO

© Copyright

 A primeira atividade realizada pela pesquisa foi o processo de leitura e reconhecimento da cidade. Para esta etapa foram convidados educadores, estudantes universitários do curso de arquitetura e urbanismo e alunos da educação básica. Devido à pandemia mundial, pela qual passamos no momento, as atividades foram realizadas de forma híbrida e os convidados distribuídos em equipes pequenas para a realização dos encontros presenciais, de modo a manter os procedimentos de segurança adequados.

 Os encontros remotos possibilitaram a realização de Rodas de Conversa, pelas quais os participantes das pesquisas dialogaram com moradores do bairro Poço da Panela, na cidade do Recife. Por meio da memória oral dos moradores os participantes em formação tiveram a oportunidade de conhecer a história do lugar. Assim, com a  partilha de lembranças e sentimentos de quem vive o espaço da cidade diariamente, o encontro remoto facilitou o reconhecimento inicial do campo de estudo.

 Na etapa presencial, os participantes fizeram observações da paisagem arquitetônica do lugar, mesclando as histórias que ouviram com as lembranças de outros moradores que encontraram no caminho. Cada participante ficou responsável por registrar um elemento da paisagem, como Ornamentos, Ferragens e Aberturas. As imagens e memórias registradas foram disponibilizadas em um arquivo compartilhado para dar seguimento as próximas etapas da formação.